Regulador europeu autorizará volta do Boeing 737 MAX na próxima semana

Regulador europeu autorizará volta do Boeing 737 MAX na próxima semana

Medida será tomada depois das modificações feitas no avião

AFP

Europa dará autorização para volta do Boeing 737 MAX

publicidade

A Agência Europeia de Segurança Aérea (EASA) dará sua autorização "na próxima semana" para o retorno dos voos do Boeing 737 MAX. A medida será tomada depois das modificações feitas no avião em função de duas tragédias envolvendo estas aeronaves - anunciou o diretor do órgão, Patrick Ky, nesta terça-feira (19).

"Pensamos em publicá-la (a diretriz de navegabilidade) na próxima semana. O MAX poderá, do nosso ponto de vista, voar de novo (na Europa), a partir da próxima semana", afirmou Ky, em videoconferência com a associação alemã de imprensa aeronáutica LPC.

"Chegamos à etapa em que foram cumpridos nossos quatro pré-requisitos", disse Ky, citando "uma clara compreensão do que aconteceu", a resolução de "todos os fatores que contribuíram para os acidentes", a verificação por parte da EASA de vários pontos "críticos" e a informação e treinamento dos pilotos.

Em novembro, a Agência de Aviação dos Estados Unidos (FAA, na sigla em inglês), principal organismo de certificação de aeronaves americanas, assim como as autoridades brasileiras, deram sinal verde para seu retorno ao serviço. O Canadá anunciou na segunda que permitirá que o Boeing 737 MAX retome os voos em seu território na quarta.

A autorização para o 737 MAX voar na Europa significa que a Boeing poderá retomar as entregas de aeronaves ao continente. A companhia pode esperar, portanto, uma recuperação em sua receita. Os clientes pagam a maior parte da fatura quando recebem o avião.

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895