Relatório da ONU indica que Coreia do Norte mantém programa nuclear

Relatório da ONU indica que Coreia do Norte mantém programa nuclear

Investigações apontam uso de instalações civis para ocultar aparato

AFP

Investigações apontam uso de instalações civis para ocultar aparato

publicidade

Os programas de armas nucleares e mísseis balísticos da Coreia do Norte permanecem intactos, e Pyongyang usa aeroportos e outras instalações para proteger suas armas contra possíveis ataques. Essa foi a constatação de um painel da ONU em relatório enviado ao Conselho de Segurança nesta terça-feira.

As sanções contra o país asiático foram "ineficazes", segundo os autores do documento ao qual a AFP teve acesso. O regime de Kim Jong Un adquiriu remessas ilegais de produtos petrolíferos, vendeu carvão, apesar da proibição imposta pela ONU, e violou um embargo de armas. "O painel descobriu que a Coreia do Norte está usando instalações civis, incluindo aeroportos para montar mísseis balísticos e testá-los com o objetivo de efetivamente evitar atentados à 'decapitação'".

O Conselho de Segurança da ONU recebe esse relatório enquanto o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se prepara para participar de uma segunda cúpula com Kim Jong Un este mês, na esperança de fazer progressos na desnuclearização da Coreia do Norte. O governo dos EUA promoveu severas sanções econômicas em retaliação por seus testes nucleares e vários lançamentos de mísseis balísticos em 2017.

Mas o país realizou trocas ilegais de petróleo, gasolina e carvão usando uma rede de navios para contornar as sanções com as quais eles tentaram privá-lo da renda necessária para continuar com seus programas de armas.

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895