Senador que presidirá julgamento político de Trump é internado

Senador que presidirá julgamento político de Trump é internado

Segundo porta voz, o democrata Patrick Leahy não de sentiu bem e foi hospitalizado por precaução para ser observado

AFP

Democrata está em observação no hospital

publicidade

O senador democrata Patrick Leahy, que irá presidir o julgamento político do ex-presidente Donald Trump no Senado norte-americano, foi internado nesta terça-feira, após informar que não se sentia bem, anunciou seu porta-voz, David Carle.

O senador, de 80 anos, acabava de presidir o juramento dos senadores que irão atuar como júri em fevereiro contra Trump, acusado pela Câmara dos Representantes de "incitar a insurreição" de apoiadores na invasão ao Capitólio. "O senador Leahy estava em seu gabinete no Capitólio esta tarde e não se sentiu bem. Foi examinado pelo médico da casa. Por precaução, ele recomendou que o levassem para um hospital local, a fim de ficar em observação", detalhou Carle.

Leahy foi nomeado na semana passada "presidente pro tempore" do Senado, título que era tradicionalmente ostentado pelo membro mais velho da maioria republicana. Em virtude do mesmo, ele deverá presidir o julgamento de Trump.

Embora a invasão do Congresso tenha sido reprovada inclusive por republicanos, muito poucos no partido apoiam publicamente o processo contra o ex-presidente. Quarenta e cinco dos 50 senadores republicanos votaram hoje a favor de desestimar o julgamento, argumentando que é inconstitucional julgar um ex-presidente no Senado.

Veja Também



Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895