capa

Sucessor de May deve ser nomeado até 20 de julho

Próximo primeiro-ministro britânico enfrenta divisão sobre acordos do Brexit

Por
AFP

Partido pretende anunciar resultado antes do recesso parlamentar

publicidade

O sucessor da primeira-ministra britânica Theresa May será nomeado antes do início do recesso de verão no Parlamento, previsto para 20 de julho, anunciou nesta sexta-feira o Partido Conservador, após o anúncio da renúncia de sua líder. Os candidatos finalistas serão determinados no fim de junho, para que os membros do partido possam "reunir-se com eles, questioná-los e emitir seus votos a tempo para que o resultado seja anunciado antes do recesso parlamentar", anunciou o partido em um comunicado.

Após fracasso ao tentar alcançar acordo para saida do Reino Unido da União Europeia, o Brexit, May anunciou nesta sexta-feira sua renúncia ao cargo, deixando desafio para seu sucessor. Primeira-ministra cumpre agenda no cargo até 5 de junho incluindo receber visita do presidente norte-americano Donald Trump. O mandato de Theresa May, cheio de adversidades, críticas e até mesmo conspiração dentro de seu próprio partido, entrará para a história como um dos mais curtos na Grã-Bretanha desde a Segunda Guerra Mundial.

Na terça-feira, Theresa May apresentou um plano de "última chance" para tentar recuperar o controle do processo de Brexit. Não adiantou. O texto foi mais uma vez alvo de críticas, tanto da parte da oposição trabalhista quanto pelos eurocéticos do seu partido, resultando assim na renúncia, na quarta-feira, de sua ministro das Relações com o Parlamento, Andrea Leadsom.