Terremoto na Indonésia deixa quatro mortos
capa

Terremoto na Indonésia deixa quatro mortos

Fenômeno que atingiu arquipélago chegou à 6,5 graus

Por
AFP

País, que sofre com atividades sísmicas, está sob risco de novos tremores e tsunami

publicidade

Ao menos quatro pessoas morreram na Indonésia após um terremoto de 6,5 graus de magnitude que abalou nesta quinta-feira o arquipélago das Molucas, no leste do país. O tremor afetou muitos edifícios, incluindo uma universidade, e provocou deslizamentos de terra.

Duas pessoas morreram pela queda de escombros, outra foi sepultada por deslizamento de terra e uma mulher faleceu em um acidente de moto quando tentava fugir, informou a agência local de gestão de emergências. O terremoto de 6,5 graus, de acordo com o Centro Geológico dos Estados Unidos (USGS), e com epicentro a 37 km de Ambon, na província das Molucas, aconteceu às 8h46 locais (20h46 de Brasília, quarta-feira).

O fenômeno foi seguido por dezenas de tremores secundários, o que provocou cenas de pânico entre os moradores, que fugiram para zonas mais elevadas. "O impacto foi sentido em Ambon e nos arredores", declarou Rahmat Triyono, diretor da Agência de Meteorologia, Clima e Geofísica (BMKG). As imagens da cidade de Ambon, que tem quase 400.000 habitantes, mostra muros desabados, escombros e fissuras nos prédios.

"O terremoto foi realmente forte. Saímos correndo de casa e vimos que os vizinhos também estavam fugindo. Todo mundo entrou em pânico", afirmou um morador de Ambon. O diretor local da agência, Oral Sem Wilar, pediu à população que mantenha a calma.

"As pessoas entraram em pênico e começaram a abandonar as algumas localidades, mas não há razão para ficar assustado porque não há alerta de tsunami", declarou à AFP. "Muitas pessoas temiam um tsunami e buscaram refúgio em áreas elevadas. A maior parte das casas daqui fica na área da praia", explicou Clementine Mataheru, moradora da localidade de Hunud, nas proximidades de Ambon.

A Indonésia, um arquipélago de 17.000 ilhas, sofre com frequência atividade sísmica e vulcânica por sua localização no que é conhecido como Círculo de Fogo do Pacífico, onde colidem grandes placas tectônicas. O arquipélago conta ainda com mais de 100 vulcões ativos. No ano passado, no fim de setembro, um terremoto de 7,5 graus de magnitude e o tsunami posterior em Palu, na ilha de Celebes, deixaram mais de 4.300 mortos ou desaparecidos. Em 26 de dezembro de 2004, um terremoto devastador de 9,1 graus de magnitude na costa de Sumatra provocou um tsunami gigantesco que matou 220.000 pessoas na região do Oceano Índico, quase 170.000 delas na Indonésia.