Trump envia Guarda Nacional a Kenosha por "anarquia" em protestos antirracismo

Trump envia Guarda Nacional a Kenosha por "anarquia" em protestos antirracismo

Dois homens morreram na cidade durante protestos que exigiam justiça para Jacob Black

AFP

Trump anunciou o envio de reforços para impedir "saques" e a "anarquia" na cidade de Kenosha

publicidade

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta quarta-feira o envio de reforços policiais e soldados da Guarda Nacional para impedir "saques" e a "anarquia" em Kenosha, Wisconsin, onde dois homens morreram durante protestos que exigiam justiça para Jacob Blake. "Não vamos tolerar saques, incêndios criminosos, violência e ilegalidade nas ruas americanas", disse o presidente no Twitter, em sua primeira reação desde que Blake, um cidadão negro de 29 anos, foi gravemente ferido pela polícia da cidade do centro-oeste no domingo.

Trump relatou que o governador democrata de Wisconsin, Tony Evers, havia aceitado o envio de reforços federais para Kenosha, uma cidade de 170 mil habitantes localizada às margens do Lago Michigan, palco de violentos tumultos nas últimas três noites. "Mandarei a polícia federal e a Guarda Nacional a Kenosha para restaurar a lei e a ordem", insistiu o presidente republicano, que fez da segurança um dos principais temas de campanha para sua reeleição em 3 de novembro.

A polícia de Antioch, no Illinois, anunciou nesta quarta a prisão por homicídio de um adolescente de 17 anos após as duas mortes registradas em Kenosha, em Wisconsin. "Esta manhã, as autoridades do condado de Kenosha emitiram um mandado de prisão do indivíduo responsável pelo incidente, acusando-o de homicídio intencional em primeiro grau", (homicídio doloso), disse a polícia.

"O suspeito neste incidente, um residente de Antioch de 17 anos, está atualmente sob a custódia do sistema judicial do condado de Lake, enquanto aguarda uma audiência de extradição para transferir a custódia de Illinois para Wisconsin", acrescentou a fonte.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895