Trump lança ataques ao diretor do FBI
capa

Trump lança ataques ao diretor do FBI

Wray foi acusado de minimizar relatório sobre a abertura de investigação do FBI a respeito da interferência russa nas Eleições de 2016

Por
AFP

"Com esse tipo de atitude, nunca será capaz de pôr em ordem o FBI", afirmou Trump

publicidade

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retomou nesta terça-feira sua guerra contra seu próprio aparato de segurança ao criticar a "atitude" do diretor do FBI (Polícia Federal americana), Christopher Wray. Trump acusou Wray de minimizar o relatório divulgado ontem sobre a abertura de uma investigação do FBI a respeito da interferência russa na vitoriosa campanha eleitoral de 2016 de Trump. "Com esse tipo de atitude, nunca será capaz de pôr em ordem o FBI, que está numa situação muito ruim", afirmou Trump.

O informe do inspetor-geral do Departamento de Justiça descobriu que houve vários erros de procedimento, mas disse que não havia vieses políticos em relação a Trump, por parte do FBI. Wray disse que a investigação havia se baseado em "um adequado fornecimento dos fatos". Isso contradiz, de forma categórica, as afirmações de Trump de que a investigação foi uma "tentativa de golpe".

Ignorando a conclusão do relatório de que não havia motivação política, Trump está se concentrando nos muitos erros de procedimento destacados pelo inspetor-geral. "Não sei qual informe o atual diretor do FBI Christopher Wray está lendo, mas certamente não foi o que me deram", afirmou Trump.

Wray assumiu o cargo no FBI em 2017, substituindo um diretor interino que havia ocupado o cargo desde que Trump demitiu o diretor James Comey em maio daquele ano.