Trump sugere que cúpula com líder norte-coreano pode "acontecer mais tarde"

Trump sugere que cúpula com líder norte-coreano pode "acontecer mais tarde"

Encontro havia sido marcado para o dia 12 de junho originalmente

AFP

Encontro havia sido marcado para o dia 12 de junho originalmente

publicidade

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugeriu nesta terça-feira que a esperada cúpula com o líder norte-coreano Kim Jong Un poderia "acontecer mais tarde", mas ressaltou que seu interlocutor está sendo "sério" sobre a desnuclearização da península coreana. "Se não acontecer agora, talvez possa acontecer mais tarde", disse Trump na Casa Branca ao receber o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, com que discutirá precisamente sobre a reunião originalmente marcada para 12 de junho.

Ao receber Moon no Salão Oval, Trump afirmou que "a data de 12 de junho pode não funcionar". No entanto, ele garantiu que não tem dúvidas de que o líder norte-coreano é "sério, absolutamente sério" em relação ao compromisso de eliminar as armas nucleares. Caso seja possível alcançar um acordo sobre o abandono das armas nucleares, Kim "tem a possibilidade de fazer algo que nunca foi feito antes". A visita de Moon tem como objetivo exclusivo voltar a colocar nos trilhos a cúpula entre Trump e Kim, que deve ocorrer no dia 12 de junho em Cingapura.

Depois de uma aproximação diplomática que teve efeitos benéficos inclusive na relação de Pyongyang com Seul, a cúpula Trump-Kim foi obscurecida por uma nuvem de incertezas. O ruído na comunicação que surgiu entre Washington e Pyongyang acabou afetando também as relações entre Pyongyang e Seul, apesar de um encontro histórico entre Kim e Moon no final de abril. A este respeito, Trump também mencionou a possibilidade de uma nova reunião entre os líderes do Norte e do Sul.

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895