UE e EUA consideram urgente reforçar cooperação internacional contra coronavírus
capa

UE e EUA consideram urgente reforçar cooperação internacional contra coronavírus

Espanhol Josep Borrell e o americano Mike Pompeo conversaram por telefone

Por
AFP

Espanhol Josep Borrell e o americano Mike Pompeo (foto) convergiram sobre a necessidade de aumentar rapidamente a ajuda humanitária com fins médicos aos países mais frágeis


publicidade

O chefe da diplomacia da União Europeia (UE) e seu homólogo dos Estados Unidos conversaram sobre a "urgente necessidade de reforçar a cooperação internacional" para lutar contra a pandemia do coronavírus, segundo um comunicado da UE divulgado neste sábado. Em conversa telefônica, o espanhol Josep Borrell, em nome dos 27 países da UE, e o americano Mike Pompeo também convergiram sobre a necessidade de aumentar rapidamente a ajuda humanitária com fins médicos aos países mais frágeis, que carecem de sistemas de saúde adequados.


Nesta quinta-feira, durante uma cúpula virtual, o G20 pediu a organismos internacionais, entre elas a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Fundo Monetário Internacional (FMI), para "ajudar os países emergentes e em desenvolvimento a enfrentar esses choques sanitários, econômicos e sociais do Covid-19". "A UE e os Estados Unidos têm a capacidade de contribuir significativamente para os esforços internacionais para enfrentar a pandemia", indica a UE em seu comunicado, no qual as duas partes defendem uma "informação exata e transparente para a população" sobre a epidemia.