UE valida composição de futura Comissão Europeia sem Reino Unido

UE valida composição de futura Comissão Europeia sem Reino Unido

Conselho aponta que governo britânico não apresentou candidato à representação

AFP

Reino Unido se prepara para consolidação do Brexit em janeiro

publicidade

Os países da União Europeia (UE) validaram nesta segunda-feira a composição da futura Comissão Europeia liderada pela conservadora Ursula von der Leyen, que não conta no momento com o representante britânico, anunciou o Conselho da UE.

A necessária aprovação do bloco, depois que França, Hungria e Romênia foram obrigadas a mudar seus candidatos a comissário, aconteceu dois dias antes da votação na Eurocâmara para a entrada em vigor, a partir de 1 de dezembro, da futura Comissão.

O Executivo da UE, que tem competência em áreas como o Comércio, tem um comissário para cada país. O Reino Unido, que deveria ter abandonado o bloco antes do início do mandato da nova Comissão, adiou o Brexit para janeiro de 2020.

O Conselho da UE toma nota de que o governo britânico não apresentou um candidato, apesar de sua obrigação pelas regras europeias e de ter assumido o compromisso, mas desta que isto não pode prejudicar o funcionamento do bloco. Para evitar recursos legais por um Executivo comunitário sem representante britânico, Bruxelas decidiu abrir em meados de novembro um procedimento de infração contra o Reino Unido por não cumprir com suas obrigações.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895