Vários estados dos EUA fecham escolas para frear coronavírus
capa

Vários estados dos EUA fecham escolas para frear coronavírus

Mais de 1,6 mil pessoas estão contaminadas em solo norte-americano

Por
AFP

Mais de 1,6 mil pessoas foram contaminadas pelo coronavírus


publicidade

Pelo menos seis estados dos Estados Unidos ordenaram a suspensão das aulas por um período de até duas semanas, em uma tentativa de conter o avanço do novo coronavírus, que contaminou mais de 1,6 mil pessoas no país. Ohio, Michigan, Oregon, Maryland, Kentucky e Novo México determinaram o fechamento de escolas a partir de segunda-feira, afetando milhões de estudantes e gerando problemas para as famílias de baixa renda que recorrem à comida gratuita, ou subsidiada, oferecida pelas instituições. "Este é um passo necessário para proteger nossas crianças, nossas famílias e, sobretudo, para a saúde pública", disse a governadora de Michigan, Gretchen Whitmer, em um comunicado divulgado na quinta à noite. Ela acrescentou que buscará garantir "que nossas crianças que vão comer na escola tenham acesso a alimentos". 

O governador de Kentucky, Andy Beshear, também tomou medidas para continuar oferecendo alimentação para as crianças das famílias de baixa renda, após recomendar o fechamento das escolas por duas semanas. Além de fechar as escolas, o governador de Maryland, Mike Hogan, proibiu qualquer aglomeração de mais de 250 entre outras medidas. Reconheceu que "vão alterar a vida cotidiana" da população, "mas podem implicar a diferença para salvar vidas e manter a população segura". 

Em Oregon, a governadora Kate Brown disse ter tentado manter as escolas abertas, mas isso se tornou inviável, diante do absenteísmo e de outros assuntos relativos ao funcionalismo. O fechamento das escolas "é uma medida pró-ativa para limitar a potencial expansão da COVID-19 na comunidade", disse o secretário de Educação do Novo México, Ryan Stewart. Em Ohio, o governador Mike DeWine determinou o fechamento das escolas por três semanas e afirmou que serão buscadas formas alternativas para oferecer as aulas. Também proibiu as reuniões de mais de 100 pessoas. 

Como prevenir o contágio do coronavírus 

De acordo com recomendações do Ministério da Saúde, há pelo menos cinco medidas que ajudam na prevenção do contágio do novo coronavírus:

• lavar as mãos com água e sabão ou então usar álcool gel.

• cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir.

• evitar aglomerações se estiver doente.

• manter os ambientes bem ventilados.


• não compartilhar objetos pessoais.