Após detonarem suposta bomba em Uruguaiana, PF coleta impressões digitais e DNA
capa

Após detonarem suposta bomba em Uruguaiana, PF coleta impressões digitais e DNA

Mala preta foi deixada em um dos pilares da Ponte Internacional que liga Brasil e Argentina

Por
Fred Marcovici

publicidade

A mala preta, com luzes piscantes e fios, pendurada em cabos condutores de energia na parede de um dos pilares da Ponte Internacional que liga o Brasil a Argentina, foi detonada na madrugada desta sexta-feira por peritos o Grupo de Bombas e Explosivos da Polícia Federal (PF), que se deslocaram de Brasília para atender a ocorrência.

Após a ação, ficou constatado não haver explosivo no interior do artefato. Com o material recolhido para perícia pôde se chegar à conclusão de que se tratava de uma simulação.

A PF está instaurando inquérito policial para apurar a autoria do fato e responsabilizar os culpados. Foram coletados materiais como DNA, impressões digitais que possam ser comparadas as existentes no banco de dados da instituição e ainda busca-se testemunhos que possam auxiliar nas investigações. 

O objeto havia sido localizado por agentes da PRF na tarde de quinta-feira. O local foi isolado e o tráfego interrompido das 16h20min de quinta às 2h de sexta-feira por prevenção.