Apenado é executado a tiros em frente ao instituto penal em Porto Alegre

Apenado é executado a tiros em frente ao instituto penal em Porto Alegre

Vítima colocaria tornozeleira eletrônica e foi atingida por tiros que deixaram ainda um outro detento ferido

Correio do Povo

Policiais militares do 19º BPM isolaram a área para o trabalho do Instituto-Geral de Perícias

publicidade

Um apenado do regime aberto foi executado com vários tiros na manhã desta terça-feira em Porto Alegre. O detento, de 28 anos, foi surpreendido em frente ao Instituto Penal Padre Pio Buck, onde fica a central de instalação de tornozeleira eletrônica da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), quase ao lado da Cadeia Pública (antigo Presídio Central), na avenida Rócio, na vila João Pessoa, no bairro Partenon. O indivíduo, que deveria colocar o equipamento no órgão, ficou caído perto do portão de entrada, na via pública. Já um outro detento, de 37 anos, que estava na fila de ingresso, foi atingido por uma bala perdida e ficou ferido, sendo socorrido e hospitalizado. Os atiradores estavam em um veículo não identificado.

A Brigada Militar foi acionada. Os policiais militares do 19º BPM compareceram no local. A área foi isolada para o trabalho do Instituto-Geral de Perícias. O trânsito no trecho não foi bloqueado pois o corpo da vítima estava na calçada. A Polícia Civil vai investigar o crime. A vítima seria ligada a uma facção criminosa.

Na manhã do dia 3 de dezembro do ano passado, um outro apenado também foi executado a tiros no mesmo local. A vítima, de 28 anos, aguardava a abertura do portão e colocaria a tornozeleira eletrônica, sendo alvejada duas vezes à queima-roupa por um dos dois tripulantes que estavam em uma moto. A vítima tentou ainda escapar, mas não resistiu e ficou caída na calçada.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895