Apreensão de cocaína pela PRF cresce 102,4% no ano no Rio Grande do Sul

Apreensão de cocaína pela PRF cresce 102,4% no ano no Rio Grande do Sul

Em 2018, quando foram apreendidos 452,31 kg da droga, enquanto quantidade em 2019, já chega a 915,46 kg

Enfrentamento qualificado à criminalidade é um dos eixos de atuação prioritários da instituição

publicidade

Desde o início do ano, a Polícia Rodoviária Federal  (PRF) apreendeu quantidades expressivas de cigarros e drogas no Rio Grande do Sul, com aumento, até o momento, de 22,19% nas apreensões de cigarros, saltando de mais de 5,7 milhões de maços em 2018 para mais de 7 milhões em 2019. Também tiveram crescimento, 31,50%, as apreensões de crack, com 158,51 kg em 2018 contra 379,84 kg apreendidos em 2019. Por fim, o destaque fica por conta da cocaína, que teve um aumento de 102,40% em relação a 2018, quando foram apreendidos 452,31 quilos. Em 2019, já chega a 915,46 quilos, quase uma tonelada de cocaína apreendida.

Em nota, a autarqua afirma que o enfrentamento qualificado à criminalidade, em especial aos delitos transfronteiriços, é um dos eixos de atuação prioritários da instituição. Conforme a PRF, os resultados alcançados são desdobramentos de um planejamento tático que estabeleceu um modelo de policiamento orientado por inteligência, de investimentos em soluções tecnológicas e do treinamento especializado dos agentes.

 

 

Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895