Armamento apreendido é autorizado pela Justiça para uso da Polícia Rodoviária Federal
capa

Armamento apreendido é autorizado pela Justiça para uso da Polícia Rodoviária Federal

Pistolas e revólveres, além de munição e acessórios, podem ser empregados a partir de maio

Por
Correio do Povo

Armas serão revisadas e submetidas à manutenção antes do uso


publicidade

Uma decisão da Justiça Federal no Rio Grande do Sul permite que a Polícia Rodoviária Federal possa usar armas, acessórios e munição que foram apreendidos em uma operação em Montenegro, em 2017. Tratam de 14 pistolas e revólveres de vários calibres e fabricantes, além de 2,5 mil cartuchos e acessórios como kits rajadas e carregadores tipo caracol. A decisão judicial teve como base o Estatuto do Desarmamento. A PRF deve começar o uso dos equipamentos já no mês de maio após revisão e manutenção das armas.