Atentado contra família de agente penitenciário é investigado pela Polícia Civil em Sobradinho

Atentado contra família de agente penitenciário é investigado pela Polícia Civil em Sobradinho

Operação deflagrada em cinco bairros da cidade resultou em 12 criminosos presos

Correio do Povo

Houve o cumprimento de 27 mandados de busca e apreensãò

publicidade

A Polícia Civil investiga um atentado à família de um agente da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe). Na manhã desta sexta-feira, a operação Supremacia foi desencadeada em conjunto com a Brigada Militar, Ministério Público e Poder Judiciário em Sobradinho. Houve o cumprimento de 27 mandados de busca e apreensão, sendo recolhidas drogas, armas, veículos e quantias em dinheiro. Doze criminosos foram presos.

Em torno de 120 policiais civis e militares foram mobilizados nos bairros União, Medianeira, Floresta, Copetti e Pinhal. A Divisão de Apoio Aéreo da Polícia Civil participou da ação com um helicóptero tripulado por uma equipe tática.

O atentado foi ordenado de dentro do Presídio de Sobradinho, sendo identificados apenados ligados a uma facção criminosa que atua no tráfico de drogas e quer controlar a massa carcerária.

O atentado ocorreu na noite do dia 13 deste na residência do agente penitenciário em Sobradinho. A esposa e filhos dele estavam em casa. A moradia foi atingida por vários tiros de pistola calibre 9 milímetros, vindos de um veículo que parou na rua.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895