Autor de feminicídio é preso em rápida investigação da Polícia Civil em Porto Alegre

Autor de feminicídio é preso em rápida investigação da Polícia Civil em Porto Alegre

Acusado matou a ex-companheira no sábado passado no bairro Bom Jesus

Correio do Povo

Ação foi realizada pela 1ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher

publicidade

Em uma investigação rápida, a equipe da 1ª Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (1ª Dean) de Porto Alegre, coordenada pela delegada Jeiselaure Rocha de Souza, prendeu um indivíduo que matou a ex-companheira no sábado passado no bairro Bom Jesus, em Porto Alegre. Ele possui antecedentes por lesão corporal, vias de fato, ameaça, roubo qualificado, entre outros.

O trabalho investigativo ocorreu durante o fim de semana e apontou para a autoria do indivíduo, que além de ter muito ciúmes, não aceitava o fim do relacionamento pela então companheira e nem a possibilidade dela reatar o relacionamento com a ex-namorada.

Os policiais civis não descartam a hipótese do crime ser motivado também pela orientação sexual da vítima. Uma foragida do sistema prisional foi detida junto com o indivíduo devido aos indícios de ser coautora do crime. Ela tem antecedentes por tráfico de entorpecentes, ameaça, vias de fato, entre outras infrações penais.

A delegada Jeiselaure Rocha de Souza ressaltou que a resposta rápida ao crime cometido, bem como o trabalho ininterrupto conduzido pela 1ª Deam, são consequências da repressão qualificada aos crimes de violência doméstica e familiar contra a mulher, especialmente no enfrentamento aos feminicídios ocorridos na Capital.

A prisão ocorreu no âmbito da operação Preciosa, onde foram cumpridos ao longo de segunda-feira um total de quatro mandados de busca e apreensão, sendo efetuadas também verificações de denúncias anônimas e o monitoramento do cumprimento de medidas protetivas de urgência. 

DOM PEDRITO

Já em Dom Pedrito, a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Civil prenderam um homem que disparou três tiros contra a companheira e fugiu em um Volkswagen Fox. Nas buscas nas rodovias da região, o veículo foi localizado e abordado. O acusado estava junto com o pai. O jovem admitiu a tentativa de feminicídio e disse que havia fugido para escapar do flagrante, registrado na noite de segunda-feira.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895