Babá suspeita de torturar e agredir crianças é presa em Pinheiro Machado

Babá suspeita de torturar e agredir crianças é presa em Pinheiro Machado

Mulher foi detida na madrugada deste sábado

Correio do Povo

Instrumentos usados pela acusada foram apreendidos durante a ação

publicidade

A Polícia Civil anunciou, na manhã deste sábado, a prisão de uma babá, de 49 anos, que está sendo acusada de torturar duas crianças, um menino de oito anos e uma menina de dez anos, na cidade de Pinheiro Machado. Ela foi detida nesta madrugada. A delegada Carolina Funchal Terres explicou que a prisão preventiva havia sido decretada pelo Poder Judiciário. "A investigação começou na quarta-feira quando o menino deu entrada muito machucado no posto de saúde", explicou a titular da 2ª DP de Bagé, que também atende a DP de Pinheiro Machado. Ela relatou que a família da vítima estava há muitos anos com a acusada, que será indiciada por tortura na forma castigo. Já a mãe das vítimas responderá na forma omissão.

Houve a apreensão de uma chave de fenda, um cabo de vassoura e de um martelo usados nas agressões e até violência sexual com os objetos contra as duas crianças que estavam sob sua responsabilidade.

As investigações apontaram que a babá empregou o cabo de vassoura para introduzir nas vítimas, inclusive na garganta. Já a chave de fenda e o martelo serviram para quebrar os dedos das mãos e a perna de uma das crianças.

As crianças torturadas apresentavam diversas lesões, sendo que entre mais graves estavam as queimaduras nas orelhas, mordidas pelo corpo, cortes de faca na região da virilha. Uma das vítimas ainda estava em estado avançado de desnutrição.

A ação mobilizou a DP de Pinheiro Machado, com apoio da 2ª DP de Bagé e Brigada Militar de Pinheiro Machado. A mulher foi conduzida ao Presídio Regional de Bagé.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895