Bebê de 10 meses é assassinado em Erechim, no Norte do Estado
capa

Bebê de 10 meses é assassinado em Erechim, no Norte do Estado

Padrasto é o principal suspeito do crime e foi preso pela Brigada Militar

Por
Agostinho Piovesan

publicidade

Mais uma criança foi assassinada no Norte do Rio Grande do Sul, desta vez em Erechim. No final da noite dessa quarta-feira, um bebê de 10 meses foi assassinado em uma residência do bairro Aeroporto. O padrasto é o principal suspeito, já que, segundo a polícia, foi apontado pela mãe do menino, que tinha sinais de agressões e ferimentos na cabeça. O homem nega ter cometido o crime.

O delegado Germano Alves de Lima informou que a mãe disse que saiu de casa para comprar leite, deixando a criança sob os cuidados do padrasto. Ao retornar, ela relatou que encontrou a criança desacordada e ferida sobre a cama. 

Imediatamente, a mãe, com a ajuda de um casal, levou o bebê até um hospital próximo. Os médicos ainda tentaram reanimar a criança, mas diante da gravidade dos ferimentos e agressões, ela não resistiu.

Acionados, os policiais foram até a residência para prender o homem de 42 anos. Ele reagiu à prisão e investiu contra os PMs, sendo necessário o uso de força para contê-lo e algemá-lo. Aos policiais, ele informou que havia ingerido bebidas alcóolicas.

Em seguida, o padrasto foi levado para a delegacia, onde foi ouvido e lavrado o auto de prisão em flagrante. Na sequência, foi encaminhado ao Presídio Estadual de Erechim, onde permanece à disposição da Justiça.


A Polícia Civil abriu inquérito para descobrir as razões da morte da criança. O Instituto-Geral de Polícia realizará a perícia e emitirá o laudo sobre as causas da morte. Recentemente, um outro caso de Assassinato de um menino comoveu a região Norte. Rafael, de 11 anos, foi morto na cidade de Planalto, que fica distante 129 km de Erechim. A mãe confessou o crime