BM faz ação contra envio aéreo de drogas e ilícitos para Cadeia Pública de Porto Alegre

BM faz ação contra envio aéreo de drogas e ilícitos para Cadeia Pública de Porto Alegre

CPC e do 1º BPChq lançaram uma ofensiva contra o uso de drones para abastecer apenados

Correio do Povo

Houve a apreensão de drones, drogas, armas, celulares e dinheiro

publicidade

As agências de inteligência do Comando de Policiamento da Capital da Brigada Militar e do 1º Batalhão de Polícia de Choque (1º BPChq) da BM deflagraram uma ofensiva contra o transporte de drogas e ilícitos, através de drones, para o interior da Cadeia Pública de Porto Alegre (antigo Presídio Central). A operação desencadeada entre a noite de sexta-feira e madrugada deste sábado resultou na apreensão de entorpecentes, armas, telefones celulares, drones e dinheiro, entre outros, no bairro Coronel Aparício Borges.

A primeira ação foi realizada na rua Músico Nelson Ferreira. O efetivo do 1º BPChq recolheu um drone que faria voos com 35 telefones celulares e três chips, cerca de 7,4 quilos de maconha, mais de meio quilo de cocaína e quase meio quilo de cocaína. O aparelho aéreo carregaria ainda uma pistola calibre 9 milímetros com numeração raspada mais carregador e munição, R$ 20,4 mil em dinheiro, uma faca e duas cartelas de medicamento de estimulação erétil aos apenados da casa prisional.

A aeronave efetuaria ainda o transporte para dentro da Cadeia Pública de Porto Alegre de 14 caixas de massa epóxi, 19 tubos de corante, um frasco de cola, um frasco de cola de madeira, uma caixinha de gelatina, um rolo de linha de pesca, dois rolos de fita isolante, cinco relógios, duas camisetas de times, um óculos e seis bonés.

O material estava sendo preparado no local por três indivíduos que avistaram a chegada dos policiais militares e fugiram, deixando tudo para trás. O flagrante foi possível após as equipes de inteligência identificarem o terreno onde pousou o drone.

Já a segunda ação foi realizada na travessa Aciso, onde dois criminosos foram presos. A identificação do local onde o drone estava também coube igualmente às agências de inteligência. O efetivo do 1º BPChq surpreendeu então a dupla que já havia feito uma entrega aos detentos do estabelecimento prisional.

Houve a apreensão de um drone, 13 telefones celulares, porções de macona e crack, além de R$ 62,00 em dinheiro. Os dois indivíduos estavam em um Renault Captur que também foi recolhido pelos policiais militares do 1º BPChq.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895