BM reforça policiamento nas regiões das facções após transferência de líderes

BM reforça policiamento nas regiões das facções após transferência de líderes

Ações acontecem em Porto Alegre, Região Metropolitana, Vale do Rio dos Sinos, Vale do Taquari e Serra

Correio do Povo

Efetivo do 1º BPChq está presente em vários locais da Capital

publicidade

A Brigada Militar reforçou o policiamento nas regiões onde atuam as facções criminosas das nove lideranças transferidas para penitenciárias federais durante a operação Império da Lei II, deflagrada entre o final da madrugada e amanhecer desta segunda-feira. Com o objetivo de garantir a segurança e ordem pública, além de prevenir eventuais reações dos grupos atingidos, a BM intensificou a operação Inpulsa em Porto Alegre, Região Metropolitana, Vale do Rio dos Sinos, Vale do Taquari e Serra. A Polícia Civil, Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal também monitoram a situação em suas respectivas áreas.

O reforço do policiamento ostensivo da Brigada Militar mobiliza, por exemplo, os efetivos do 1º BPChq de Porto Alegre, 2º BPChq de Santa Maria, 3º BPChq de Passo Fundo, 4º BPChq de Caxias do Sul e do 5º BPChq de Pelotas, além das Forças Táticas dos batalhões que atuam naquelas regiões. A ação é por tempo indeterminado.

Em Porto Alegre, o 1º BPChq e as Forças Táticas do 1º BPM, 9º BPM, 11ºBPM, 20º BPM, 21ºBPM e do 4º RPMon realizam o patrulhamento intensificado em pontos estratégicos identificados pelo monitoramento das áreas de inteligência. Os policiais militares fazem também o policiamento preventivo em áreas conturbadas pelo tráfico de drogas, além de se posicionarem nos principais eixos viários da cidade. O Comando de Policiamento da Capital (CPC) da BM também está atento.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895