Brigada Militar e Ibama apreendem mais de 700 quilos de polvo pescados ilegalmente em Rio Grande

Brigada Militar e Ibama apreendem mais de 700 quilos de polvo pescados ilegalmente em Rio Grande

Responsável pela embarcação, já reincidente em atuar sem licença, recebeu multa de R$ 15,9 mil

Correio do Povo

Moluscos foram doados ao Programa Mesa Brasil do Sesc, que destinará a entidades assistenciais

publicidade

O Ibama multou em R$ 15,9 mil o responsável pela embarcação flagrada com mais de 700 quilos de polvo durante uma operação em conjunto com o 1º Batalhão Ambiental da Brigada Militar na cidade de Rio Grande, no Litoral Sul. Na tarde de terça-feira, equipes do 1º Pelotão e do 2° Pelotão Ambiental dos municípios de Pelotas e Rio Grande, juntamente com os fiscais do Ibama, obtiveram informações através de serviço de inteligência que uma embarcação teria realizado pesca sem licença junto ao órgão responsável.

O barco foi abordado após adentrar os molhes da barra. No porão foram então encontrados os moluscos que foram doados ao Programa Mesa Brasil do Sesc, que destinará a entidades assistenciais.

De acordo com o 1º Batalhão Ambiental da Brigada Militar, a mesma embarcação foi flagrada em ato ilícito semelhante em outras duas oportunidades, A mais recente foi registrada em junho deste ano quando foram apreendidas em torno de duas toneladas de polvo pescados sem a devida licença.

Na ocasião, o rastreador do Programa de Rastreamento de Embarcações Pesqueiras estava desligado no barco, o que configurou um crime. O mestre da embarcação foi então preso e recolhido à Penitenciaria Estadual de Rio Grande na época.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895