Brigada Militar impede envio de drogas e celulares para detentos através do esgoto em Charqueadas
capa

Brigada Militar impede envio de drogas e celulares para detentos através do esgoto em Charqueadas

Guarda externa do estabelecimento prisional flagrou três homens colocando o material, sendo acionado o efetivo do 28º BPM

Por
Correio do Povo

Material encontrava-se embalado para não molhar e amarrado em um corda artesanal feita de lençóis

publicidade

Um esquema de envio de drogas e celulares para apenados da Penitenciária Modulada Estadual de Charqueadas foi descoberto no início da manhã desta quinta-feira pela Brigada Militar. A guarda externa do estabelecimento penal flagrou três indivíduos próximo de uma caixa de esgoto, que fica perto do muro e cuja tubulação leva ao interior da casa prisional. Surpreendidos, eles fugiram na direção do Instituto Penal de Charqueadas, após ouvirem os tiros de balas antimotim disparados pela segurança.

Acionado, o efetivo do 28º BPM realizou buscas na região, mas o trio havia desaparecido. Os policiais militares foram até a caixa de esgoto e retiraram dentro dela uma “jiboia”, corda feita de lençóis e aproximadamente com 40 metros de extensão. Nela estavam amarradas e embaladas cerca de 670 gramas da cocaína conhecida como “escama de peixe”, cujo grau de pureza é elevado. Havia ainda meio quilo de maconha, 57 aparelhos celulares de última geração e uma caixa de 100 chipos, além de três relógios de grife e duas correntinhas, na corda artesanal. A possibilidade de que os três indivíduos sejam apenados do regime semiaberto será agora apurada.