Brigada Militar mantém reforço do policiamento no entorno da Pasc em Charqueadas

Brigada Militar mantém reforço do policiamento no entorno da Pasc em Charqueadas

Já a Susepe realiza revista geral inédita na unidade prisional após descoberta de plano de resgate de detentos

Correio do Povo

Policiais militares fortemente armados estão mobilizados

publicidade

A Brigada Militar mantém o reforço nesta sexta-feira no entorno da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc) após a descoberta de um plano de resgate de dois apenados na manhã de quinta-feira. Já a Superintendência dos Serviços Penitenciários realiza desde o amanhecer uma operação inédita de revista geral no estabelecimento prisional.

O aumento da segurança na região começou logo depois da apreensão do material com o plano dentro de um veículo estacionado às margens do km 104 da ERS 401. Não há prazo para o encerramento da operação. Os policiais militares montaram barreiras e posições estratégicas na área, sendo efetuadas até abordagens de suspeitos e veículos.

A Brigada Militar mobilizou por terra os efetivos do 28º BPM, do 1º Batalhão de Polícia de Choque (1º BPChq) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE). Por ar foi acionado o Batalhão de Aviação da BM e pelas águas do rio Jacuí está atuando o Comando Ambiental da BM. 

Já a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) está com mais de 300 servidores penitenciários na operação pente-fino realizada a partir do começo desta manhã na unidade prisional. Estão atuando os efetivos do Grupo de Ações Especiais da Susepe (GAES) e dos Grupos de Intervenção Regional (GIRs) em uma intervenção simultânea em todas as galerias.

A  revista geral inclui também agentes da 9ª Região Penitenciária e da 10ª Região Penitenciária, bem como equipes da Divisão de Segurança e Escolta  (DSE). Segundo a Susepe, o pente fino é "uma resposta do Estado" e visa ainda a manutenção da ordem e da disciplina no sistema prisional, além da segurança da população. 

Foto: Susepe / Divulgação / CP

Na manhã de quinta-feira, alertado sobre a presença suspeita de um automóvel pelo setor de inteligência da DSE da Susepe que monitorava o caminho de uma escolta para Porto Alegre, o efetivo do 28º BPM localizou um Kia Cerato, de cor prata, no acostamento da rodovia. No interior do veículo, os policiais militares encontraram o plano de resgate de dois detentos, composto por mapas, detalhes, esquemas do ataque com explosivos e grupos armados, incêndios de caminhão tanque e de posto de combustíveis, rotas de fugas e imagens da Pasc. Dois coletes balísticos e munições de fuzil calibre 556 também foram apreendidos. Não houve prisões.

Um dos alvos do resgate é o criminoso de alta periculosidade conhecido como Fábio do Gás, que comanda o tráfico de drogas em Rio Grande e tem ligação com a facção Os Manos. Ele fez parte dos detentos transferidos na operação Pulso Firme em julho de 2017 para penitenciárias federais, mas retornou em agosto de 2018. Já o outro apenado tem apelido de Foca, parceiro dele.

O Instituto-Geral de Perícias realizou exames de papiloscopia forense no Kia Cerato. O veículo havia sido furtado na última quarta-feira em Novo Hamburgo, no Vale do Rio dos Sinos, onde está sediada a facção criminosa Os Manos. Os papiloscopistas do IGP procuraram por impressões digitais no veículo e nos objetos encontrados no seu interior. O objetivo é apontar a identidade dos ocupantes. Exames periciais complementares seguem em andamento na Seção de Revelação de Latentes do Departamento de Identificação do IGP. O caso do plano de resgate dos apenados é investigado pelos agentes da DP de Charqueadas.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895