Cão é resgatado de espaço confinado de um metro no bairro Guajuviras, em Canoas

Cão é resgatado de espaço confinado de um metro no bairro Guajuviras, em Canoas

Ação da Polícia Civil resultou ainda na prisão do dono do animal por maus tratos

Correio do Povo

Joly foi entregue para a Secretaria Extraordinária dos Direitos dos Animais que providenciou cuidados veterinários

publicidade

O cão Joly, resgatado pela Polícia Civil, já está sob cuidados veterinários necessários em Canoas. O animal encontrava-se em situação de maus tratos no bairro Guajuviras. Ele foi entregue para a Secretaria Extraordinária dos Direitos dos Animais (SEDA) da Prefeitura Municipal. O cãozinho, de cor caramelo, foi encontrado em uma área confinada com apenas um metro quadrado, em meio ao lixo e aos resíduos.

O dono de Joly, um indivíduo de 39 anos, foi preso em flagrante na última quarta-feira pela equipe da 4ª DP de Canoas, sob comando da delegada Tatiana Barreira Bastos, junto com uma equipe da SEDA. A ação, que resultou no resgate do animal, ocorreu no âmbito da operação Arca.

A prisão se deu em decorrência de cumprimento a mandado de busca e apreensão expedido pela 3ª Vara Criminal da Justiça em Canoas. O tutor do animal já havia sido indiciado pelo mesmo crime em fevereiro deste ano, mas novas denúncias davam conta de que persistia a situação de maus tratos.

"Apesar da SEDA já ter notificado diversas o tutor do animal por um período de dois anos, recebemos novas denúncias anônimas dando conta de que o cão continuaria confinado em um espaço de um metro quadrado, em meio a entulhos, sem água e sem qualquer espaço para se locomover ou pegar Sol, o que configura o crime de maus tratos”, observou a delegada Tatiana Barreira Bastos,

Já o diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ª DPRM), delegado Mario Souza, destacou que “é fundamental a sociedade denunciar os maus tratos a animais para a Polícia Civil agir e não permitir a impunidade”.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895