Companheira de traficante é alvo da Polícia Civil em São Leopoldo

Companheira de traficante é alvo da Polícia Civil em São Leopoldo

Um depósito de bebidas falsificadas foi encontrado na residência dela no bairro Campina

Correio do Povo

Ação mobilizou a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco)

publicidade

A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) de São Leopoldo, sob comando do delegado Ayrton Figueiredo Martins Júnior, deflagrou mais uma fase da operação que investiga o traficante que se apresentava como GG nas redes sociais. O criminoso, de 31 anos, havia sido preso em fevereiro passado.

Desta vez, o alvo dos policiais civis foi a companheira do traficante. Na residência da mulher, de 28 anos, com antecedentes por receptação, os agentes da Draco descobriram um depósito de bebidas falsificadas  relacionado ao mesmo sistema de tele entrega das drogas coordenado pelo marido.

O mandado de busca e apreensão foi cumprido no bairro Campina, em São Leopoldo. A ação começou ainda na tarde dessa terça-feira. Além das bebidas, os agentes encontraram anotações de movimentações financeiras referentes ao tráfico de drogas, dinheiro, telefones celulares e dois veículos relacionados usados para o transporte dos entorpecentes.

Na prisão do traficante GG, a equipe do delegado Ayrton Figueiredo Martins Júnior recolheu cocaína, maconha, haxixe, maconha do tipo “camarão”,ecstasy, LSD, MDMA, special k, cetamina, misoprostol e loló.

Houve ainda a apreensão de R$ 800 em dinheiro, quatro telefones celulares e uma máquina de cartão, além de um Audi A3 e um Renault Logan. O traficante encontra-se agora recolhido junto à Penitenciária Modulada Estadual de Montenegro.

Após as formalidades legais, a companheira dele responderá em liberdade pelo delito de falsificação de produto alimentício, restando pendente perícia que analise se há risco à saúde pública no comércio das bebidas falsificadas.  


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895