Condições do mar melhoram no 19º dia de buscas pelo menino Miguel no Litoral Norte

Condições do mar melhoram no 19º dia de buscas pelo menino Miguel no Litoral Norte

Avaliação é do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul na manhã desta segunda-feira

Correio do Povo

Quatro pelotões do 9º BBM percorrem orla entre Mostardas e Torres

publicidade

Esta segunda-feira marca o 19º dia de buscas do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS) pelo menino Miguel, de sete anos, no Litoral Norte. “Condições do mar são boas, maré baixa, tempo nublado e o vento está fraco”, avaliou nesta manhã o coordenador da operação e comandante do Corpo de Bombeiros de Tramandaí, tenente Elísio Lucrécio.

Entre as praias de Mostardas e Torres, os efetivos dos pelotões de Torres, Capão da Canoa, Tramandaí e Cidreira, do 9º Batalhão de Bombeiros Militar (9º BBM), realizam a varredura ao longo da orla. Navegantes, pescadores e população em geral foram orientados a informar qualquer avistamento suspeito.

Veja Também

O caso é investigado pela Polícia Civil e conta com o trabalho do Instituto-Geral de Perícias. A mãe do menino está presa desde a noite do dia 29 de julho passado. Inicialmente, ela contou que dopou e jogou o filho no rio Tramandaí, no limite entre Imbé e Tramandaí. No entanto, a mulher não sabia que a criança estava viva ou morta.

A mãe, de 26 anos, e a companheira dela, de 23 anos, devem ser indiciadas por tortura contra criança, homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver. Ela está na Penitenciária Feminina de Guaíba. Já a companheira dela encontra-se recolhida no Instituto Psiquiátrico Forense, em Porto Alegre.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895