Confronto deixa quatro criminosos mortos e outros dois feridos em Porto Alegre

Confronto deixa quatro criminosos mortos e outros dois feridos em Porto Alegre

Incidente ocorreu com policiais militares após perseguição entre o bairro Costa e Silva e Morro Santana

Correio do Povo

Veículo dos suspeitos ficou com as marcas dos tiros

publicidade

Quatro criminosos de uma facção morreram e outros dois ficaram gravemente feridos ao confrontarem-se com policiais militares na madrugada desta quinta-feira em Porto Alegre. Um soldado teve ferimentos na troca de tiros. Os bandidos estavam em um Toyota Corolla, de cor azul, que ficou com as marcas dos disparos. As primeiras informações apontam que o grupo pretendia atacar integrantes de um grupo rival em algum ponto da cidade.

Houve a apreensão de dois fuzis calibres 5,56, quatro pistolas calibres de 40 e nove milímetros, 13 carregadores, seis coletes balísticos, cinco boinas e quatro telefones celulares, além de 321 munições e roupas com estampas militares camufladas.

O incidente aconteceu quando uma equipe do Comando de Policiamento da Capital (CPC) da BM tentou abordar o Toyota Corolla na rua Terezinha Turcato, no bairro Costa e Silva, após receber informações sobre os suspeitos. Atirando nos policiais militares, os indivíduos fugiram e ocorreu uma perseguição até a rua Natho Henn, no Morro Santana, com apoio da Força Tática do 20º BPM. No local, houve então um novo e intenso tiroteio.

O policial militar ferido na perna, braço e tórax foi socorrido e internado no Hospital Cristo Redentor. O quadro de saúde é estável. Uma campanha de doação de sangue está sendo feita em nome do brigadiano, devendo os doadores comparecerem no Grupo Hospitalar Conceição, na avenida Francisco Trein, 596.

Os dois criminosos baleados, de 22 e 31 anos, também foram levados ao HCR. Ambos tinham antecedentes e estavam foragidos, sendo um desde o dia 14 de setembro de 2020 e outro a partir do dia 11 deste mês. Já entre os quatro mortos, dois ainda não foram identificados. Os demais tinham 17 e 25 anos de idade.

Conforme o 20º BPM, o Toyota Corolla havia sido furtado no dia 20 de janeiro deste ano no km 109 da RST 453, em Farroupilha, na Serra. O local do confronto ficou isolado para o trabalho do Instituto-Geral de Perícias (IGP), através do Departamento de Criminalística e Departamento Médico Legal. A perícia durou em torno de quatro horas. A Polícia Civil também foi acionada.


Foto: BM / Especial / CP


Foto: Gabriela Pessin Meyer / IGP / Especial / CP


Mais Lidas

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895