Crimes contra o prefeito Nelson Marchezan Júnior e a deputada estadual Luciana Genro são apurados

Crimes contra o prefeito Nelson Marchezan Júnior e a deputada estadual Luciana Genro são apurados

Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil já indiciou indivíduo que incitou violência contra o gestor municipal

Correio do Povo

Inquéritos da CORE tratam apenas de condutas criminosas previstas na legislação penal

publicidade

A Polícia Civil, através da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), indiciou um homem de 26 anos, residente no Estado de São Paulo por crimes praticados contra o prefeito de Porto Alegre Nelson Marchezan Júnior. Pelo menos outras três pessoas também são investigadas por crimes contra a deputada estadual Luciana Genro (PSol).

Segundo o diretor do Grupamento de Operações Especiais da CORE, o delegado Marco Antônio Duarte de Souza,  o fato praticado contra o prefeito Nelson Marchezan Júnior foi cometido em função de discordância envolvendo questão das casas de cachorro. Na ocasião, em julho do ano passado, o indivíduo postou nas redes sociais ofensas e incitou violência contra a vítima. “Já os fatos investigados contra Luciana Genro estão ainda sob investigação em estágio de confirmação de autoria. Na oportunidade, as pessoas que discordavam politicamente da vítima passaram a ofender e incitar a prática de crime”, observou.

Ele enfatizou que não está sob análise eventual posicionamento político dos candidatos, que são vinculados a partidos políticos diversos, nem sequer é objeto de investigação qualquer crítica efetuada. “As manifestações democráticas devem ser preservadas, mas as condutas criminosas serão investigadas e reprimidas. São crimes praticados que possuem previsão expressa na legislação penal”, explicou o delegado.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895