Criminoso gaúcho é preso em Canoas após assalto a joalheria em Santa Catarina
capa

Criminoso gaúcho é preso em Canoas após assalto a joalheria em Santa Catarina

Foragido estava escondido em uma residência com dinheiro e parte dos relógios e joias roubados

Por
Correio do Povo

Um dos assaltantes cobriu o rosto com uma máscara cirúrgica e usou um chapéu panamá

publicidade

Uma operação conjunta da Brigada Militar (BM) com a Polícia Militar de Santa Catarina resultou na madrugada desta sexta-feira na captura de um criminoso gaúcho que assaltou uma joalheria em solo catarinense. Foragido do sistema prisional, o homem, de 36 anos, foi localizado escondido em uma residência na rua Anápolis, no bairro Central Park, em Canoas. Pela BM, a ação mobilizou a Força Tática do 15º BPM.

Os setores de inteligências das duas corporações também atuaram juntas desde a troca de informações sobre o paradeiro do criminoso, natural de Porto Alegre e que possui antecedentes criminais. Com ele, foi recuperado parte do dinheiro e do que havia sido roubado do estabelecimento comercial, como relógios e joias, além de um revólver calibre 38 com cinco cartuchos de munição. Um celular também foi recolhido.

O assalto a uma joalheria e ótica ocorreu na tarde do último dia 18 na avenida 25 de Julho, na área central da cidade catarinense de Forquilhinha, perto de Criciúma. Um dos criminosos entrou armado no estabelecimento comercial e rendeu três funcionários e três clientes que estavam no local. O cúmplice apareceu depois. 

Nas imagens registradas por duas câmeras de monitoramento dentro da loja, o primeiro criminosos usa um chapéu panamá e uma máscara cirúrgica no rosto para não ser identificado. Já o segundo entra de boné e moleton com capuz. Após o roubo, a dupla embarcou em um Ford Ka, de cor vermelha, que foi encontrado abandonado depois pelos policiais militares catarinenses na rua Ademir Martins, no bairro Santa Ana. O veículo tinhas placas clonadas de Porto Alegre.