Deic e Denarc impedem negociações de armamento em Gravataí

Deic e Denarc impedem negociações de armamento em Gravataí

Ações policiais ocorreram respectivamente na ERS 118 e no bairro Morada do Vale II

Correio do Povo

Um fuzil calibre 556 com dois carregadores foi recolhido

publicidade

Duas negociações de armamento foram interrompidas pela Polícia Civil em Gravataí. Na ERS 118, no Distrito Industrial, o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) impediu a comercialização de um fuzil calibre 556. A arma com dois carregadores estava em poder de um criminoso, de 26 anos, que se encontrava em um Citroën Aircross.

A ação policial foi desencadeada pela equipe da 1ª Delegacia de Roubos do Deic, sob comando do delegado João Paulo de Abreu, na quarta-feira em um posto de combustíveis existente na rodovia. Residente em Porto Alegre, o indivíduo foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

De acordo com o delegado João Paulo de Abreu, o trabalho de investigação teve como objetivo recolher o armamento utilizado por organizações criminosas atuantes no Rio Grande do Sul.

Já o Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) retirou de circulação uma pistola calibre 22 e duas caixas de munição, além de R$ 129,00 em dinheiro, no bairro Morada do Vale II.

A ação, coordenada pelo delegado Alencar Carraro, ocorreu também na quarta-feira em uma residência. Um criminoso foi detido. Os agentes do Denarc receberam uma denúncia de que a arma seria comercializada no local.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895