Denarc deflagra novas ações contra o tráfico de drogas e facções criminosas

Denarc deflagra novas ações contra o tráfico de drogas e facções criminosas

Policiais civis atuaram em Sapiranga e Porto Alegre, efetuando prisões e apreensões

Correio do Povo

Maconha, cocaína e crack foram recolhidas

publicidade

O Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) da Polícia Civil deflagrou cinco ações contra as facções criminosas envolvidas com o tráfico de entorpecentes ao longo dessa quinta-feira.

Em Sapiranga, a equipe do delegado Alencar Carraro apreendeu cerca de 2,8 quilos de cocaína, 650 gramas de crack e 385 gramas de maconha em uma residência no bairro Oeste. Houve ainda duas balanças de precisão, anotações do tráfico, rolos de filme para embalar as drogas, fitas e outros objetos para acondicionar as drogas, além de 60 pacotes contendo maços de cigarros. Uma mulher foi presa.

Em Porto Alegre, os agentes, sob comando do delegado Alencar Carraro, abordaram um indivíduo, no bairro Restinga. Ele desembarcava de um Ford Ka e ingressava em uma residência. Os policiais civis recolheram uma pistola calibre 380 com numeração suprimida e sete munições, seis cartuchos de calibre 38 e outros cinco de calibre 16, bem como um estojo para guardar a arma e um telefone celular. O preso, envolvido com facção criminosa, foi apontado como gerente do tráfico de uma área da Restinga.

No bairro Sarandi, a ação da equipe do delegado Wagner Dalcin, resultou na apreensão de duas armas de fogo, carregadores, munição, porções de entorpecentes e dinheiro. O material estava em uma casa, onde foi detida uma mulher. Na mesma região, dois quilos de cocaína foram recolhidos pela equipe, após a fuga de um traficante que abandonou a droga dentro de uma sacola ao perceber a aproximação.

No bairro Navegantes, os policiais civis coordenados pelo delegado Fernando Siqueira apreenderam cerca de 3,5 quilos de maconha e uma balança de precisão. As drogas estavam em um Fiat Stilo e uma moradia. Um casal foi preso.   


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895