Denarc descobre oficina clandestina de conserto de armas em Parobé

Denarc descobre oficina clandestina de conserto de armas em Parobé

Armeiro foi detido pelos policiais civis durante uma ação na cidade

Correio do Povo

Armas de vários calibres foram apreendidas

publicidade

A Polícia Civil, através do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc), confirmou nesta quarta-feira a apreensão de armamento com um suspeito que mantinha uma oficina clandestina de conserto de material bélico. A ação da equipe do delegado Thiago Bennemann ocorreu a partir da tarde de terça-feira no bairro Guarujá, em Parobé.

Em um imóvel do armeiro, os agentes apreenderam farta quantidade de armas e peças, algumas de calibre restrito. Houve o recolhimento, por exemplo, de uma carabina calibre 40, um fuzil calibre 757, um revólver calibre 454, uma pistola calibre 45, um revólver calibre 38, um rifle calibre 22, um revólver calibre 22, uma espingarda calibre 12 e um revólver calibre 45. Parte das armas em desacordo com determinação regulamentar.

O suspeito, com antecedentes pela prática dos crimes de comércio ilegal de arma de fogo e porte ilegal de arma de uso restrito, foi preso e autuado pela prática do crime de posse irregular de arma de fogo de uso permitido. O delegado Thiago Bennemann pretende apurar agora se o indivíduo estaria comercializando o armamento.

PORTO ALEGRE

Em outra ação do Denarc, a equipe do delegado Thiago Bennemann apreendeu em torno de 13 quilos de maconha no bairro Lajeado. A droga foi abandonada dentro de uma sacola por traficantes que estavam realizando uma entrega em uma área de vegetação. Os suspeitos fugiram ao perceberem a aproximação dos policiais civis. As investigações terão prosseguimento.

ALVORADA

Por sua vez, os agentes do Denarc sob comando do delegado Fernando Siqueira descobriram um depósito de uma facção montado em uma residência no bairro Maria Regina, em Alvorada. Não havia ninguém no local que nem tinha luz elétrica. Uma sacola foi encontrada com 5,2 quilos de maconha, uma bucha de cocaína pesando 50 gramas, dois revólveres calibre 32 e 38 com munições, além de R$ 436,00 em dinheiro.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895