Denarc e 20º BPM apreendem cerca de 300 quilos de maconha em Porto Alegre

Denarc e 20º BPM apreendem cerca de 300 quilos de maconha em Porto Alegre

Entre os cinco presos está o filho de criação do traficante Lampião, executado com mais de 50 tiros em agosto de 2008

Correio do Povo

Operação policial ocorreu no bairro Sarandi

publicidade

Cerca de 300 quilos de maconha foram apreendidos em uma operação conjunta do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) da Polícia Civil e do 20º BPM da Brigada Militar em Porto Alegre. A ação ocorreu entre a noite de quinta e madrugada desta sexta-feira no bairro Sarandi.

Cinco criminosos foram presos, incluindo uma liderança do tráfico de drogas na vila Nazaré e que era filho de criação de um antigo traficante, Lampião, executado com mais de 50 tiros em agosto de 2008. Com extensa ficha criminal e bastante conhecido no meio policial, o indivíduo tentou ainda fugir pelo telhado de casas vizinhas, sendo capturado logo em seguida. Ao ser detido, o criminoso tentou subornar os policiais.

O quarteto foi abordado em uma residência de dois andares, situada na rua João Paris. Além da droga distribuída em tijolos de cor roxa, em torno de R$ 77,00 em dinheiro e dois telefones celulares foram também recolhidos.  
 
O flagrante foi possível após o Denarc ser informado pelo setor de inteligência do 20º BPM de que uma residência na região receberia um carregamento de maconha, oriundo de outro estado.

O endereço indicado foi monitorado até que foram vistos um Chevrolet Onix, um Peugeot 207 e um Ford Focus chegando na moradia para descarregar os fardos do entorpecente. A ação foi então desencadeada e presos os cinco traficantes. 

Segundo o delegado Alencar Carraro, o Denarc e o 20º BPM realizam ações há mais de um ano visando à desarticulação da organização criminosa que atua há décadas na vila Nazaré. Ele observou que a facção é historicamente responsável pela distribuição de grande quantidade de maconha na Capital. As investigações terão prosseguimento.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895