Dois homens são presos após ataque a banco em Arroio do Padre
capa

Dois homens são presos após ataque a banco em Arroio do Padre

Suspeitos estariam tentando resgatar assaltantes que invadiram o Sicredi na última sexta-feira

Por
Correio do Povo

Imagens flagraram momento do assalto no Sicredi de Arroio do Padre

publicidade

O cerco ininterrupto da Brigada Militar no interior de São Lourenço do Sul, após os ataques na sexta-feira passada ao Sicredi de Arroio do Padre, já resultou em prisões. Ao amanhecer desta terça-feira, o efetivo do 30º BPM deteve dois suspeitos de tentarem resgatar os assaltantes refugiados nos matagais da localidade de Santa Isabel. Houve a apreensão de duas caminhonetes que constavam como furtadas. A mobilização da BM estende-se também aos municípios de Dom Feliciano e Amaral Ferrador. 

O Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), de Porto Alegre, permanece na área com duas equipes.  No ataque em Arroio do Padre, os criminosos renderam funcionários e clientes do Sicredi. Em seguida, as vítimas foram usadas como escudo humano. 

Depois de pegarem o dinheiro, os suspeitos fugiram em dois carros. Mais tarde, um Hyundai HB20 foi encontrado incendiado na região. Um Chevrolet Cobalt foi abandonado no interior de São Lourenço do Sul, onde as buscas estão concentradas.