Dois suspeitos de ataque a vigilantes de carro-forte em Guaíba são presos

Dois suspeitos de ataque a vigilantes de carro-forte em Guaíba são presos

Eles foram capturados pelos agentes da DP de Esteio durante ação no bairro Mato Grande, em Canoas

Correio do Povo

Houve apreensão de fardas policiais, camisetas e miguelitos

publicidade

Ao investigar roubos e adulterações de veículos, a equipe da DP de Esteio, sob comando da delegada Luciane Bertoletti, capturou dois suspeitos de envolvimento no ataque de uma quadrilha aos vigilantes de um carro-forte em Guaíba. Os seguranças foram rendidos quando abasteciam caixas eletrônicos de um supermercado, no final da manhã do dia 29 de dezembro do ano passado.

A delegada Luciane Bertoletti confirmou a suspeita de participação da dupla no ataque em Guaíba e destacou que “foi uma ação que encontrou grande quantidade de material do tipo utilizado em roubos a banco".

Os indivíduos foram detidos na manhã desta quinta-feira em uma residência no bairro Mato Grande, em Canoas. Os agentes cumpriram um mandado de busca e apreensão. Houve o recolhimento de capas de coletes balísticos com nomes da Polícia Civil, da Polícia Federal e do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da PC.

Quatro camisetas e uma máscara com nome da Polícia Federal, farta quantidade de miguelitos, uma máquina de fazer miguelitos, coldres militares, jammer (bloqueador de sinal), giroflash e outros materiais usados para a prática de crimes, além de um veículo, também foram apreendidos.

O diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (2ªDPRM), delegado Mario Souza, avaliou que "foi uma importante ação contra o crime organizado, fruto de investigação qualificada da equipe de policiais civis de Esteio". 

GUAÍBA

No ataque em Guaíba em dezembro do ano passado, a quadrilha roubou os malotes bancários com dinheiro do carro-forte. Armas dos vigilantes foram também levadas. Na fuga em dois veículos, os criminosos fortemente armados inclusive com fuzis, vestidos como se fossem policiais civis, soltaram miguelitos para furar pneus de viaturas na BR 290, entre Eldorado do Sul e a Capital.

Nas buscas da Brigada Militar, dois bandidos foram presos com armamento e vestimentas táticas. Outros dois assaltantes foram mortos depois, após confronto com a BM em um matagal na ilha do Pavão. 

Foto: PC / Divulgação / CP


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895