Dona de mercado é presa por vender produtos vencidos desde 2007 em Machadinho
capa

Dona de mercado é presa por vender produtos vencidos desde 2007 em Machadinho

Local apresentava péssimas condições de higiene e conservação de alimentos

Por
Correio do Povo

Dona de mercado é presa por vender produtos vencidos desde 2007 em Machadinho

publicidade

A dona de um mercado foi presa, nesta terça-feira, em Machadinho, Norte do Estado por venda de carne clandestina e produtos vencidos. O local foi interdidato pela Vigilância Sanitária Municipal em virtude das péssimas condições de higiene e metade dos produtos estavam com data de validade de 2007.

Foram encontradas, também, carnes e bebidas sem procedência, exposição de medicamentos para comercialização, além de problemas na temperatura de conservação de alimentos, fezes de ratos, baratas e sujeira. No total, foi apreendida 1,4 tonelada de produtos. Para a desinterdição do local, a proprietária terá de arcar com todas as irregularidades.

Outros 440 quilos de produtos alimentícios, a maioria em virtude de falta de procedência ou data de validade vencida, foram apreendidos em outros dois mercados da cidade. Nesses locais, também houve problemas em relação à temperatura de conservação de alimentos.

Participaram da operação, o Ministério Público, Vigilância Sanitária Municipal, as Secretarias Estaduais da Saúde e da Agricultura, a Delegacia do Consumidor e o Procon Estadual. Estiveram presentes na ação os promotores de Justiça Alcindo Luz Bastos da Silva Filho, do Gaeco Segurança Alimentar, e André Daroco Pinto, da Promotoria de Justiça de São José do Ouro.