Doria cancela agenda e visita escola onde ocorreu tiroteio em Suzano

Doria cancela agenda e visita escola onde ocorreu tiroteio em Suzano

Governador está acompanhado dos secretários de Educação e de Segurança Pública

Por
AE

Segundo informações da Polícia Militar, dois adolescentes invadiram a instituição de ensino e abriram fogo contra estudantes e funcionários


publicidade

O governador de São Paulo, João Doria, cancelou toda sua agenda desta quarta-feira para acompanhar de perto a tragédia na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, a 57 quilômetros de São Paulo. O governador está acompanhado do secretário de Educação, Rossieli Soares da Silva, e do secretario de Segurança Pública, General João Camilo Pires de Campos. "Assim que foi informado que havia alunos feridos dentro da Escola Estadual Raul Brasil cancelou toda sua agenda e se dirigiu ao local para acompanhar o trabalho de resgate e atendimento aos feridos", informou a assessoria.

 

Pelo menos 10 pessoas morreram no tiroteio, entre elas cinco crianças, os dois atiradores e funcionários do colégio. A tragédia ocorreu por volta das 9h30min. Segundo informações da Polícia Militar, jovens armados e encapuzados invadiram a instituição de ensino e efetuaram disparos contra os alunos.