Eduardo Leite presta solidariedade às famílias das vítimas de tiroteio em Suzano
capa

Eduardo Leite presta solidariedade às famílias das vítimas de tiroteio em Suzano

Governador do Rio Grande do Sul se manifestou pelo Twitter nesta quarta-feira

Por
Correio do Povo

Eduardo Leite prestou solidariedade às famílias das vítimas de tiroteio em Suzano

publicidade

Após o tiroteio ocorrido em uma escola em Suzano, região Metropolitana de São Paulo, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, se manifestou pelo Twitter nesta quarta-feira para prestar solidariedade às famílias das vítimas. O massacre ocorreu na instituição Raul Brasil. 

• "A gente se escondeu no banheiro", diz sobrevivente de massacre em SP

• Armas usadas em tiroteio em escola de Suzano surpreendem Comandante Geral da PM de São Paulo

"Muito triste a notícia de que crianças e um funcionário da escola estadual Professor Raul Brasil, em Suzano (SP), foram mortos e outros estudantes ficaram feridos em ataque a tiros nesta manhã. Minha solidariedade às famílias das vítimas e a todos alunos e professores", escreveu. 

 

 

O tiroteio na escola em Suzano teria iniciado pouco depois das 9h30min. Ao menos 30 disparos teriam sido feitos por dois adolescentes encapuzados. Alunos e duas coordenadoras da instituição estariam entre as vítimas fatais. Segundo informações da Polícia Militar de São Paulo, logo depois de executarem os assassinatos, os jovens atiradores teriam cometido suicídio. Um artefato explosivo foi deixado dentro da escola e, por conta disso, o Grupo de Ações Táticas Especiais teve de ser acionado.