Empresário é assassinado em Nova Petrópolis, na Serra

Empresário é assassinado em Nova Petrópolis, na Serra

Polícia Civil investiga hipótese de homicídio e já prendeu um suspeito de autoria do crime

Correio do Povo

Vítima era proprietária da conhecida Carnes e Embutidos Lüdke

publicidade

Um crime chocou a comunidade de Nova Petrópolis, na Serra, e está sendo investigado pela Polícia Civil. O empresário Josef Paulo Lüdke, 65 anos, foi assassinado na noite de quinta-feira no empreendimento de lazer Property Eventos, de propriedade da família, situado no km 07 da ERS 235, no bairro Linha Imperial. Ele era proprietário da conhecida Carnes e Embutidos Lüdke. No final da manhã desta sexta-feira, a equipe do delegado Camilo Pereira Cardoso, titular da DP de Nova Petrópolis, prendeu um suspeito. “As investigações estão bem avançadas”, afirmou à reportagem do Correio do Povo no início da tarde. “A hipótese mais provável é de homicídio”, acrescentou.

Com sinais de lesões no corpo e na cabeça, a vítima chegou a ser socorrida e hospitalizada, mas não resistiu aos graves ferimentos. “A morte foi por traumatismo craniano”, observou o delegado Camilo Pereira Cardoso. Uma enxada e um pedaço de pau podem ter sido usados pelo assassino e foram apreendidos no local. Imagens de uma câmera de monitoramento mostram um vulto na cena do crime. O telefone da vítima não foi localizado, o que levantou inicialmente a possibilidade de um latrocínio. O crime mobilizou ainda a Brigada Militar e o Instituto-Geral de Perícias, além do Corpo de Bombeiros Voluntários de Nova Petrópolis.

LUTO

O velório do empresário acontece na manhã deste sábado na capela do Cemitério Evangélico do Centro, com cerimônia de despedida às 11h30min e sepultamento em seguida no Cemitério Evangélico do bairro Piá. “Com muito dor que comunicamos o falecimento do proprietário Josef Paulo Lüdke, homem exemplar e trabalhador que vai deixar muita saudade. Força a família e amigos”, postou a Carnes e Embutidos Lüdke nas redes sociais.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895