capa

Encontrado corpo de mulher desaparecida em Dom Pedrito

Vera Lúcia Severo Lemos, 30 anos, sumiu em abril de 2018

Por
Correio do Povo

Corpo estava enterrado em dormitório na casa do ex-companheiro

publicidade

A Polícia Civil começa a esclarecer o mistério do desaparecimento ocorrido em abril do ano passado de Vera Lúcia Severo Lemos, 30 anos, moradora na zona rural de Dom Pedrito. Na madrugada desta quarta-feira, o corpo da vítima foi encontrado enterrado na residência do ex-companheiro dela no bairro Santa Terezinha. “Estamos realizando buscas para localizá-lo e que preste esclarecimentos”, confirmou na manhã desta quarta-feira o delegado André de Matos Mendes.

O cadáver, em avançado estado de decomposição, foi retirado de uma cova existente sob o quarto usado pela filha do suspeito. Equipes do Instituto-Geral de Perícias, do Corpo de Bombeiros Militar e do Exército Brasileiro estiveram presentes nas escavações. Dois cães farejadores foram empregados. A vítima, que havia tido um bebê dias antes do sumiço, pode ter sido abordada quando estava em Bagé.

O delegado André de Matos Mendes afirmou que o desaparecimento da vítima só foi comunicado a Polícia Civil em junho. “Durante as investigações surgiram indícios de que o ex-companheiro e suposto pai da criança poderia ser o responsável pelo desaparecimento”, recordou. Em cumprimento de mandado de busca na casa do suspeito foi apreendido então um canivete com vestígios de sangue, cujo exame do Instituto-Geral de Perícias constatou a presença de sangue humano. O laudo pericial foi divulgado, porém, somente no início deste ano.

Durante o trabalho investigativo, os policiais civis constataram a construção às pressas de um novo cômodo na residência do ex-companheiro da vítima. Assim, um mandado de busca e apreensão foi solicitado à Justiça para a escavação da área onde de fato estava o corpo de Vera Lúcia, “ainda portando a pulseira que comumente usava e que ajudou em sua identificação”. A escavação foi “cuidadosamente planejada por se tratar da destruição de parte de uma residência e foi previamente realizada perícia técnica especializada em detecção de vestígios de sangue”.