Ex-padastros de menina são presos por estupro de vulnerável em Uruguaiana

Ex-padastros de menina são presos por estupro de vulnerável em Uruguaiana

Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) investigou ambos os abusos sexuais contra a vítima

Correio do Povo

Mandados judiciais de prisão preventiva foram cumpridos

publicidade

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Uruguaiana deteve dois homens suspeitos de estupro de vulnerável contra a mesma vítima, enteada deles em épocas diferentes. Na manhã desta segunda-feira foi deflagrada a operação Farroupilha, sendo cumpridos dois mandados judiciais de prisão preventiva sob comando do delegado Vinicius Nahan.

Segundo os policiais civis, ambos os indivíduos são ex-padrastos da vítima, que atualmente possui dez anos de idade. Um dos homens, de 37 anos, começou os abusos quando a menina possuía quatro anos de idade, e continuou por dois anos.

Já o outro homem, de 27 anos, praticou o abuso sexual há cerca de dois meses, enquanto mantinha o relacionamento com a mãe da menina. A vítima foi ameaçada de morte pelos suspeitos, mas acabou contando para o pai sobre os abusos sofridos. Acionada, a DPCA de Uruguaiana entrou então em ação.


Mais Lidas





Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895