Fiscalizações encerram festas clandestinas em quatro cidades do Rio Grande do Sul

Fiscalizações encerram festas clandestinas em quatro cidades do Rio Grande do Sul

Operações ocorreram na madrugada deste domingo em Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Uruguaiana e Tramandaí

Correio do Povo

Fiscalização de Caxias do Sul prendeu e aplicou multas por aglomerações na noite passada

publicidade

Com informações dos repórteres Celso Sgorla, Sidney de Jesus e Fred Marcovici

No momento mais críticio da pandemia no Rio Grande do Sul, que bateu um novo recorde de mortes nesse sábado, as medidas de proteção e restrição estabelecidas para evitar a propagação da Covid-19 continuam sendo desrespeitadas no Estado, como a realização de festas clandestinas. As atividades foram flagradas entre a noite de ontem e madrugada deste domingo em quatro cidades gaúchas. 

A fiscalização que atua na cidade de Bento Gonçalves para coibir aglomerações flagrou, através de denúncia na noite desse sábado, uma festa clandestina no distrito de Tuiuty, interior do município. No local estava ocorrendo uma festa com a presença de 20 pessoas, que não estavam usando máscara e não havia disposição de álcool em gel. 

A secretaria municipal de Segurança informou que foram lavrados termos circunstanciados, com qualificação de todos os participantes do evento, enquadrados com base no artigo 268 do código penal brasileiro "infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa" cuja pena prevista é de um mês a um ano e multa. Foi determinada a desmontagem da estrutura de festa e acampamento e imediata saída das pessoas do local.

Os detidos foram liberados após assinarem  um termo de compromisso a comparecem, quando citados, junto ao poder judiciário. Um dos participantes foi preso e conduzido para registro na delegacia de Pronto Atendimento, porque negou-se a assinar o termo e também por desrespeito às equipes de serviço.

Caxias do Sul

Em Caxias do Sul  a operação integrada de fiscalização esteve nos bairros Charqueadas, Fátima, Marechal Floriano, Loteamento Treviso, Reolon e São Pelegrino. Foram emitidas pela Secretaria Municipal de Urbanismo (SMU) quatro notificações com multa a estabelecimentos por não cumprimento das normas de restrição e ocorreu uma prisão por aglomeração. 

Também foram emitidas 18 notificações pela Secretaria do Meio Ambiente (Semma), sendo oito por não uso de máscara e 10 por consumo de bebida alcoólica em local público.

Tramandaí 

Após uma denúncia anônima, a Brigada Militar encerrou uma festa clandestina na noite desse sábado na estrada da Estância, em Tramandaí. De acordo com a BM, cerca de 25 pessoas foram abordadas no local que tinha muita bebida alcoólica e carros com equipamento de som. 

Muitas pessoas também fugiram para um matagal próximo ao perceberem a chegada dos policiais militares, que tiveram o apoio da Guarda Municipal e da Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

Dentro da residência os policiais encontraram uma adolescente de 12 anos. O proprietário também fugiu do local com a chegada da polícia. Os nove veículos que estavam no local foram recolhidos ao depósito do Detran. 

Uruguaiana 

O Setor de Fiscalização da prefeitura de Uruguaiana, em conjunto com as guarnições da Ronda Ostensiva Municipal Urbana (ROMU), Guarda Municipal e Polícia Civil, promoveram ações na noite de sábado e madrugada deste domingo. No Loteamento João Paulo II, Zona Sul da cidade, foi flagrado um grupo de pessoas realizando uma festa clandestina. Ao todo, 11 pessoas tiveram os nomes planilhados para posterior envio ao Ministério Público Estadual na segunda-feira. 

Os participantes cometeram uma série de descumprimentos aos regramentos sanitários, principalmente os relacionados à realização de aglomerações e não utilizarem as máscaras de proteção facial. O proprietário foi orientado a encerrar a comemoração. 

No mesmo loteamento foram observados vários casos isolados de pessoas descumprindo as medidas de saúde. Todas foram orientadas pelas equipes a se enquadrarem nos dispositivos corretos. Na rua Andradas, bairro Santo Antônio, um estabelecimento comercial foi novamente notificado para fechar as portas e encerrar o atendimento ao público durante a madrugada. 

Porto Alegre

Em Porto Alegre, três estabelecimentos comerciais foram interditados em operação conjunta da Guarda Municipal, Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e Brigada Militar. A ação fiscalizou o cumprimento das medidas sanitárias, que restringem a abertura do comércio na cidade entre 20h e 5h.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895