Foragido gaúcho, com mais de 34 anos de prisão, é capturado em Santa Catarina

Foragido gaúcho, com mais de 34 anos de prisão, é capturado em Santa Catarina

Ação ocorreu em conjunto com policiais civis da 3ª DPHPP de Porto Alegre e da DP de Garopaba

Correio do Povo

Houve a apreensão de uma pistola calibre 380 com três carregadores e 75 munições, além de drogas e dinheiro

publicidade

Condenado a mais de 34 anos de prisão por um homicídio, ocultação de cadáver e tráfico de drogas, um foragido gaúcho foi capturado no bairro Encantada, na praia de Garopaba, no Litoral Sul de Santa Catarina. Houve a apreensão de uma pistola calibre 380 com numeração raspada, três carregadores e 75 munições, além de oito comprimidos de ecstasy, quatro gramas de maconha, um celular e uma quantia em dinheiro. Divulgada na manhã desta sexta-feira, a prisão foi realizada durante uma operação conjunta dos agentes da 3ª Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (3ª DPHPP) de Porto Alegre e da DP de Garopaba.

A captura ocorreu com o cumprimento de ordem judicial, expedido pela 1ª Vara de Execuções Criminais de Porto Alegre, no final da tarde de quinta-feira. O foragido estava em uma residência. No momento de sua prisão, ele ofereceu cerca de R$ 20 mil reais aos policiais gaúchos e catarinenses para que deixassem de prendê-lo, razão pela qual também foi detido em flagrante pelo crime de corrupção ativa.

De acordo com a equipe da 3ª DPHPP, sob comando do delegado Luís Firmino, o foragido cumpria pena no sistema prisional e recebeu autorização de saída humanitária com a utilização de tornozeleira eletrônica em razão da pandemia do novo coronavírus. O criminoso rompeu o dispositivo menos de um dia após a liberação.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895