Governo do RS anuncia investimento de R$ 280,3 milhões em Segurança Pública

Governo do RS anuncia investimento de R$ 280,3 milhões em Segurança Pública

Maior fatia ficou com a Brigada Militar, que receberá até o final de 2022 R$ 116,9 milhões

Correio do Povo

Governo do RS anuncia investimento de R$ 280,3 milhões em Segurança Pública

publicidade

Com investimento de R$ 280,3 milhões, o governo do Rio Grande do Sul anunciou na manhã desta quinta-feira o lançamento do programa Avança na Segurança. Os projetos e recursos previstos até o final de 2022. Em cerca de 15 dias serão anunciados os recursos para a área do sistema prisional, incluindo uma solução final para a Cadeia Pública de Porto Alegre (antigo Presídio Central).

O governador Eduardo Leite observou que os recursos para o setor de segurança pública, todos próprios, representam “o dobro do total que o Estado investiu nos últimos 13 anos, ao longo de 2007 até 2020”. Segundo ele, a maior parte dos investimentos já está com processos em andamento. "Já fomos nos preparando, organizando…A SSP tem boa capacidade de execução e a maior parte do investimento acontece até o final do próximo ano", adiantou.

A Brigada Militar ficou com R$ 116,9 milhões, enquanto à Polícia Civil coube R$ 85,8 milhões. Já o Instituto-Geral de Perícias ganhou R$ 14,7 milhões. Por sua vez, o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul recebeu R$ 38,6 milhões. Os recursos são destinados à aquisição de veículos, tecnologias, obras, armas e obras. Em torno de R$ 24,3 milhões foram direcionados para a própria Secretaria da Segurança Pública do Estado. 

O lançamento ocorreu no estacionamento da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), entre as avenidas Padre Cacique e Edvaldo Pereira Paiva, no bairro Praia de Belas, em Porto Alegre.

Ele lembrou que o RS já reduziu mais de 30% os homicídios ao longo dos dois anos e em mais de 50% os roubos de veículos, além de mais de 70% nos roubos a bancos. “Isto é fruto de uma ação coordenada e de um avanço determinante no processo de integração das nossas forças de segurança”, frisou. O governador enfatizou ainda o emprego das forças de segurança de “forma inteligente e qualificada”.

Eduardo Leite aproveitou para informar sobre a situação dos escombros da sede da SSP na rua Voluntários da Pátria, na Capital, atingida por um incêndio e desabamento, na noite de 14 de julho deste ano. “Está em um processo agora com todos os laudos sendo feitos para a contratação até o final deste ano para fazermos a demolição”, explicou. “Paralelamente estamos desenvolvendo projetos de um ou mais prédio para ocupação daquele espaço”, revelou. 

O vice-governador e secretário estadual da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, arriscou um prazo para ser feita a implosão. "Vamos ver se conseguimos fazer ainda em dezembro. Trabalhamos com esta hipótese..É o nosso desejo", declarou.

Sobre o lançamento do Avançar na Segurança, Ranolfo Vieira Júnior esclareceu que o programa foi "pensado a partir das instituições de maneira integrada, como tem sido no RS Seguro, dentro da atribuição de cada uma". 

 

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895