Governo do RS entrega 74 viaturas e armamentos à Brigada Militar

Governo do RS entrega 74 viaturas e armamentos à Brigada Militar

Investimento faz parte do programa "Avança na Segurança", lançado nesta quinta-feira

Correio do Povo

Investimento faz parte do programa "Avança na Segurança", lançado nesta quinta-feira

publicidade

O governo gaúcho entregou, nesta quinta-feira, viaturas e armamentos à Brigada Militar durante o lançamento do programa "Avança na Segurança". O efetivo recebeu cerca de 5 mil pistolas calibres 9 milímetros e 74 viaturas, sendo 59 Renault Duster e 15 Toyota Hilux. Um total de 22 delas já fazem parte do programa.

Já a Polícia Civil ganhou nove veículos, entre Renault Duster e Toyota SW4, incluindo algumas discretas sem modelo revelado. Por sua vez, o Instituto-Geral de Perícias ficou com 20 viaturas, todas Renault Duster.

O investimento de R$ 280,3 milhões do "Avança na Segurança" foi dividido entre as instituições do setor até o fim de 2022. A própria Secretaria da Segurança Pública (SSP) ficou com R$ 24,3 milhões, com a maior parte para tecnologia. Um destaque fica para a compra de 300 câmeras corporais, visando a implantação de um projeto-piloto de utilização pela Brigada Militar e pela Polícia Civil em Porto Alegre.

Veja Também

Está previsto ainda o sistema de cercamento eletrônico com a instalação de 50 câmeras com capacidade para reconhecimento de placas nos 23 municípios priorizados pelo programa "RS Seguro". Em 65 pontos já existentes, as câmeras vão ganhar tecnologia para reconhecimento facial e análise eletrônica de situações de risco.

Haverá também a modernização do serviço de radiocomunicação e interligação de Brigada Militar, Polícia Civil e Instituto-Geral de Perícias, sendo toda digital que impede a escuta por parte dos criminosos.

Na Brigada Militar, com R$ 116,9 milhões, o "Avança na Segurança" prevê 221 novas viaturas e cinco ônibus, além de um inédito avião monomotor que pode ser adaptado como UTI aeromédica. A aeronave terá capacidade para nove passageiros e dois pilotos, podendo transportar cargas de até 1,9 toneladas e alcançar velocidade de 340 km/h. Ela poderá decolar e pousar em pista com menos de 500 metros, mesmo não asfaltada. 

No Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul, que terá R$ 38,6 milhões, virá 28 ambulâncias resgate, uma embarcação de busca, salvamento e combate a incêndio, 12 caminhões de combate a incêndio e outros com auto escada mecânica articulada, com alcance mínimo de 42 metros de altura, entre outras aquisições.

O Instituto-Geral de Perícias, com R$ 14,7 milhões, ganhará 27 viaturas entre furgões, rabecões e viaturas, bem como tecnologia, kits, equipamentos e melhoria das condições de trabalho.

Já a Polícia Civil, com R$ 85,8 milhões, está programada a compra de 80 viaturas discretas, cinco veículos para transporte de presos e 82 viaturas ostensivas. A instituição será beneficiada ainda com investimentos em tecnologia para aprimorar a investigação criminal e o atendimento nas delegacias, aquisição de softwares e sistemas especiais para processamento de informações e trabalho de inteligência.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895