Gravataí registra três assassinatos no final de semana
capa

Gravataí registra três assassinatos no final de semana

Um dos casos apurados é a morte de um cabeleireiro na madrugada de sábado

Por
Correio do Povo

publicidade

Três assassinatos ocorridos no final de semana mobilizam a equipe de investigação da Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP) de Gravataí. Na manhã desta segunda-feira, o delegado Eduardo Limberger do Amaral adiantou que o caso da morte do cabeleireiro Dionatan Francisco de Souza, 28 anos, pode ser apurado como latrocínio apesar da linha inicial de homicídio. Alguns pertences, incluindo, teriam desaparecido do apartamento em que a vítima residia na rua José Loureiro da Silva, na área central da cidade. O corpo esfaqueado e enrolado em um cobertor foi encontrado no final da manhã de sábado, mas o crime teria ocorrido na madrugada. 

O titular da DPHPP de Gravataí revelou que imagens de câmera de monitoramento mostram que o cabeleireiro estava acompanhado de dois indivíduos quando ingressou no prédio residencial onde residia há cerca de um ano. A mesma dupla suspeita abandonou o edifício cerca de 40 minutos depois. Além dos laudos com o resultado do trabalho do Instituto-Geral de Perícias no local do crime, os policiais civis procuram imagens de câmeras de monitoramento na região, entre outras digilências.

Sobre a morte do passageiro em um carro de aplicativo, o delegado Eduardo Limberger do Amaral disse que o trabalho investigativo ainda está no início. A vítima, de 27 anos, com antecedentes criminais, foi executada com tiros de pistola calibre 9 milímetros dentro de um Fiat Uno, conduzido pelo motorista de aplicativo que também foi baleado e ficou ferido. O crime ocorreu na rua Araranguá, na parada 68, no bairro Cohab A. O atirador estava em um Hyundai HB20, de cor prata, que “cortou” a frente do automóvel. 

Os agentes da DPHPP de Gravataí também apuram o caso da descoberta do corpo de um homem de 41 anos no interior de um Chevrolet Vectra na rua Itacolomi, no final da tarde de domingo. A vítima foi morta a tiros. Há suspeita de que o atirador estivesse igualmente no veículo que ficou abandonado na via pública.