Guarda Municipal acaba com aglomerações com cerca de 400 pessoas em Porto Alegre

Guarda Municipal acaba com aglomerações com cerca de 400 pessoas em Porto Alegre

Em um das ações, agentes foram alvo de arremesso de objetos e tiveram de usar gás lacrimogêneo

Correio do Povo

Ações ocorreram nos bairros Cidade Baixa, Moinhos de Vento e Centro Histórico

publicidade

Cerca de 400 pessoas foram dispersadas nas ruas de Porto Alegre durante uma operação da Ronda Ostensiva Municipal (Romu) da Guarda Municipal, deflagrada entre a noite de sábado e madrugada deste domingo. Na rua da República, no bairro Cidade Baixa, um grupo de jovens reagiu e jogou objetos nos agentes que tiveram de usar bombas de gás lacrimogêneo para acabar com o tumulto.

Já um bar na rua Comendador Caminha, no bairro Moinhos de Ventos, foi autuado e interditado cautelarmente por não respeitar os protocolos de distanciamento.

Houve ações contra aglomerações na rua Padre Chagas, no bairro Moinhos de Vento, e na rua Fernando Machado, no Centro Histórico, além das esquinas da rua República com as ruas Lima Silva e Sofia Veloso, no bairro Cidade Baixa.

Durante a operação, algumas pessoas alertaram os guardas municipais de que um homem estava repassando dinheiro falso na rua Dinarte Ribeiro, no bairro Moinhos de Vento. Chegando ao local, o indivíduo tinha sido imobilizado por populares. O golpista e os comerciantes vítimas foram apresentados na Polícia Federal. O estelionatário ficou detido na PF.

A ação, que teve a participação da Brigada Militar (BM) e da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) tem como objetivo fiscalizar o cumprimento das normas sanitárias devido à pandemia de Covid-19.

Entre a noite da última sexta-feira e madrugada de sábado, a Guarda Municipal havia dispersado aglomerações com aproximadamente 850 pessoas nos bairros Centro Histórico, Moinhos de Vento e Cidade Baixa.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895