Homem é preso pelo estupro das duas enteadas em Porto Alegre
capa

Homem é preso pelo estupro das duas enteadas em Porto Alegre

Mãe das vítimas, de 11 e 12 anos, descobriu os crimes e fez a denúncia

Por
Jessica Hübler

publicidade

Um homem de 37 anos foi preso preventivamente, nesta quarta-feira, pelo crime de estupro de vulnerável, ocorrido na zona Leste de Porto Alegre. Conforme a delegada Sabrina Dóris Teixeira, responsável pela investigação, o homem teria abusado sexualmente diversas vezes das duas enteadas, de 11 e 12 anos.  Os abusos ocorreriam na residência das vítimas, quando a mãe delas não estava em casa. O fato foi registrado pela mãe das crianças. 

Em um determinado dia ela precisou sair e, quando retornou, percebeu que uma das vítimas estava “estranha”. “Ela questionou e descobriu que as meninas eram abusadas, e que isso acontecia diversas vezes”, contou a delegada. Segundo ela, a mãe das vítimas e o agressor mantinham um relacionamento havia 11 anos. “As meninas foram encaminhadas para a perícia e foi confirmado o abuso”, afirmou a delegada. 

“Quando ficou sabendo da investigação, o homem começou a intimidar a ex-mulher, inclusive no dia em que ela veio efetuar o registro, ele estacionou próximo da delegacia”, contou a policial. A mãe tinha registros anteriores de violência doméstica contra ele, mas não imaginava que os abusos aconteciam. "Ele tinha diversos antecedentes de violência doméstica, lesão corporal, é uma pessoa que tem um comportamento agressivo e violento", ressaltou. O estupro de vulnerável é crime hediondo e a pena pode chegar a 12 anos de prisão.

De acordo com a delegada Sabrina Dóris Teixeira, muitas denúncias de casos semelhantes chegam à Polícia Civil de forma anônima. "É importante que a pessoa vá até uma delegacia e registre. E se estiver com medo, podemos prestar um apoio mais rápido ainda, mesmo quando se tem só uma suspeita, é justamente para se apurar", enfatizou.