Homem que ameaçou detonar bomba perto do Capitólio dos EUA se rende à polícia

Homem que ameaçou detonar bomba perto do Capitólio dos EUA se rende à polícia

Autoridades disseram que suspeito se entregou "sem incidentes" após horas de negociações

AFP

De acordo com a polícia, homem se entregou "sem incidentes" após horas de negociações

publicidade

Homem que ameaçou detonar explosivos perto do perto do prédio do Capitólio dos Estados Unidos e da Library of Congress, em Washington, D.C, se rendeu à polícia, na tarde desta quinta-feira, "sem incidentes". A informação foi divulgada pela polícia após horas de negociações.

"Ele saiu do veículo e se entregou. As unidades táticas que estavam perto o detiveram sem incidentes", disse o chefe de polícia do Capitólio, Thomas Manger, em coletiva de imprensa.

A investigação sobre a suspeita de bomba em veículo iniciou no fim da manhã de hoje. Para isso, a área foi esvaziada. O FBI (a Polícia Federal americana) integrou a investigação.

Tanto o Senado quanto a Câmara de Representantes se encontravam em recesso, mas havia funcionários trabalhando no complexo do Capitólio. A polícia pediu à população que evitasse o entorno do local.  A sede principal da Library of Congress foi evacuada após o sinal de alerta de atentado, assim como um prédio de gabinetes do Senado, relatou a imprensa americana. 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895